top of page

Entrevistas e Artigos

Profissionais de museus, instituições e empresas compartilham experiências e trocam informações

  • Foto do escritorCarla Ogawa

Exposições Itinerantes e sua Logística

Breve comentário das etapas mais importantes a serem planejadas



Digital art @ca_ogawa



Exposições itinerantes são aquelas que viajam para diferentes locais, levando obras de arte, coleções históricas, exposições temáticas ou culturais, entre outros tipos de exibições, para serem apreciadas por públicos diversos. A logística por trás dessas exposições é fundamental para garantir que as obras cheguem com segurança e estejam prontas para serem exibidas. Vamos explorar os principais aspectos da logística de exposições itinerantes:



Planejamento e Coordenação

O sucesso de uma exposição itinerante começa com um planejamento cuidadoso e uma coordenação eficaz entre todas as partes envolvidas. Isso inclui os organizadores da exposição, curadores, produtores, artistas, conservadores, equipes internas diversas, empresas de transporte, seguradoras, equipes de montagem e desmontagem, entre outros.


Documentação


Antes de iniciar uma exposição itinerante, com certeza você já terá em mãos uma lista de obras, os formulários de empréstimo ou contrato entre as partes e o facility report. Esses são os documentos principais.

Outra documentação detalhada de todas as etapas da logística é essencial para garantir a rastreabilidade das obras de arte e o cumprimento de regulamentos alfandegários e de segurança. Isso inclui registros de embalagem, transporte, instalação, condições de armazenamento e seguro.


Embalagem de obras de arte

As obras de arte precisam ser embaladas com segurança para protegê-las durante o transporte. Isso pode envolver o uso de embalagens especializadas, como caixas de madeira (simples, padrão museum standard, caixas duplas ou triplas com sensores de impacto) plástico, molduras protetoras, recortes de espuma, etaphoam, papel de seda, glassine, siliconado, entre outros materiais possíveis para cada caso. Primeiramente é necessário estudar obra a obra para depois avaliar a tipologia de embalagem e a necessidade de cada material empregado. Outro fator importante é considerar o "modal" de viagem, isto é, qual meio de transporte será utilizado e se a viagem será nacional ou internacional.



Seguro de obras de arte

A segurança das obras de arte é uma preocupação primordial durante o transporte. Além da embalagem adequada, é essencial contratar seguro de transporte específico para obras de arte, que cubra eventuais danos ou perdas durante o trajeto.

Nessa etapa é importante avaliar também quais são as exigências que o segurador faz para realizar a cobertura, que pode ser, entre outras exigências, o laudo feito por um conservador ou restaurador.


Transporte Especializado

O transporte das obras de arte requer veículos e métodos de transporte especializados, como caminhões com controle de temperatura, veículos com suspensão a ar, rampa, tacógrafo, computador de bordo e gerenciamento logístico. Outros fatores podem determinar a contratação de gerenciamento de risco, acompanhamento por escoltas de segurança e a utilização de outros equipamentos de segurança.


Cronograma e logística

Um cronograma de viagem detalhado deve ser elaborado, levando em consideração a distância entre os locais, o tempo necessário para a montagem e desmontagem da exposição em cada destino, as datas de abertura e fechamento da exposição em cada local, além de considerações logísticas, como condições climáticas, trajeto a ser percorrido, restrições de tráfego, entre outros fatores.


Armazenagem e acondicionamento

Garantir que as instalações de armazenamento atendam aos padrões de segurança e conservação adequados para preservar as obras até o próximo destino é muito importante e, se você não conhece esses locais, talvez tenha que realizar uma visita técnica para checar todos os itens de segurança e qualidade do edifício. Durante os intervalos entre os locais de exposição, as obras de arte podem precisar ser armazenadas temporariamente.


Montagem e desmontagem

Equipes especializadas são responsáveis pela montagem e desmontagem da exposição em cada destino. Isso requer habilidades técnicas para instalar obras de arte de forma segura, garantindo que as diretrizes do curador sejam seguidas.

Outros profissionais participam dessa etapa, sempre coordenados por um produtor ou coordenador de área que elaboram o cronograma com metas diárias a serem executadas. Curadores, conservadores, artistas, couriers, técnicos de áudio visual, arquitetos, designers, educadores, equipes de segurança, limpeza, bombeiros...fazem parte dos profissionais envolvidos na concretização de uma exposição itinerante.


Logicamente essas etapas não as únicas, mas foram contempladas pela importância e complexidade. Acompanhe outras abordagens pelo site www.dukproducao.com ou pelo Canal no YouTube @dukproducao!






Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page